FEBRE AMARELA, SAIBA COMO SE PREVENIR E ONDE SE VACINAR

Estudos recentes comprovam que a Febre amarela tem origem africana e apareceu no Brasil pela primeira vez em Pernambuco no ano de 1685, permanecendo 10 anos. Salvador na Bahia também foi atingida pela doença durante 6 anos e a última ocorrência de Febre amarela no Brasil foi em 1942 no Acre e agora ela está aí novamente presente, por isso é preciso se informar e se prevenir. É importante conhecer os sintomas e o que você pode fazer em relação a prevenção contra esta doença para se proteger.

Primeiro precisamos saber o que é Febre amarela é uma doença causada pelo vírus RNA. Arbovírus do gênero Flavivirus, família Flaviviridae . Os sintomas são: febre, dor de cabeça, calafrios, náuseas, vômito, dores no corpo, cansaço extremo, icterícia (a pele e os olhos ficam amarelos)  hemorragias em casos mais graves (de gengivas, nariz, estômago, intestino e urina). Muitas vezes os sintomas podem se confundir com outras doenças, por isso é preciso ficar atento e não ir tomando qualquer medicamento por conta própria, o melhor a fazer na dúvida procurar atendimento médico para um diagnóstico preciso.
Resultado de imagem para febre amarela

 Transmissão

Existem dois tipos de transmissão de acordo com o local que ocorre e a espécie de transmissor de mosquito: urbana e silvestre. Tanto no ciclo urbano e silvestre a doença é a mesma o que muda é o tipo de hospedeiro: No ciclo silvestre são os primatas (macacos) que são os principais hospedeiros do vírus, sendo os mosquitos principais transmissores, na América Latina os Hemagogus e Sabethes  e o homem também pode ser hospedeiro acidentalmente. No ciclo urbano o homem é o único hospedeiro e a transmissão ocorre pelo mosquito Aedes aegypti infectado. A transmissão não ocorre de pessoa para pessoa. São os mosquitos infectados que com sua picada propagam o vírus.

Os macacos não transmitem a febre amarela como muitos pensam, ele é outra vítima do mosquito infectado pelo vírus da febre amarela. O macaco é picado por um mosquito infectado e então ele passa a ter a doença. A doença pode se espalhar quando outros mosquitos que não estão infectados com o vírus picam esse macaco e depois picam outros macacos ou seres humanos espalhando assim a doença.

 Tratamento e Prevenção, o que fazer?
Resultado de imagem para febre amarela

A única forma de se prevenir eficazmente é a Vacina contra a febre amarela e para aqueles que não foram vacinados é indicado o uso de repelentes contra os mosquitos.

A vacinação é indicada para todas as pessoas que vivem em áreas de risco para a doença (zona rural da Região Norte, Centro Oeste, estado do Maranhão, parte dos estados do Piauí, Bahia, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul), onde há casos da doença em humanos ou circulação do vírus entre animais (macacos).

A prefeitura de São Paulo está realizando uma campanha de vacinação contra está doença que em casos mais graves pode levar até a morte, o melhor é sempre a prevenção. A vacinação pode ser feita em alguns postos de saúde de São Paulo-SP e outras cidades. O melhor é se vacinar o quanto antes para estar protegido contra a doença.

Se você sentir algum sintoma da doença é importante procurar um médico e não tomar medicamentos por conta própria, porque muitos dos sintomas da doença podem ser parecidos com outras doenças. Estar atento aos sintomas e se prevenir é a melhor forma de estar protegido contra a Febre amarela.

Fontes:

http://bvsms. saude.gov.br/bvs/ febreamarela/historico.php

http://especiais .g1.globo.com/ sao-paulo/2018/saiba-onde-tomar-a-vacina-contra-a-febre-amarela-em-sp

http://www .prefeitura.sp. gov.br/cidade/secretarias/saude/vigilancia_em_saude/doencas_e_agravos/index.php?p=243611

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *