H1N1 – O que devemos saber?

TRANSMISSÃO

Influenza A ou Gripe H1N1 é uma doença viral aguda, altamente contagiosa. Acredita-se que sua transmissão aconteça da mesma forma que a gripe comum.

Os vírus são transmitidos de pessoa para pessoa  através de tosse ou espirros dos infectados.

Algumas vezes, eles podem ser levados à boca ou nariz ao se tocar em objetos contaminados.

SINTOMAS

Depois de estabelecida a doença, os sintomas são semelhantes aos da gripe comum: febre alta e tosse, podendo ser acompanhadas de: dores de cabeça, dores musculares, dores nas articulações ou dificuldade respiratória. Como qualquer gripe, pode evoluir para sinusite ou até para um quadro com comprometimento pulmonar.

DIAGNÓSTICO

O diagnóstico é feito pelo médico, que é capaz de reconhecer os sinais e sintomas e diferenciar se o caso é suspeito ou não.

A confirmação por exame laboratorial será feita somente nos casos graves ou em amostras, nos casos de surtos localizados.

TRATAMENTO

É o mesmo para todos os procedimentos gripais: repouso, ingestão de líquidos e boa alimentação.

PREVENÇÃO

Lavar bem as mãos, principalmente após tosses, espirar e antes das refeições.

Não compartilhar alimentos e objetos de uso pessoal;

Manter uma alimentação balanceada e aumentar a ingestão de líquidos;

Evitar aglomeração e lugares pouco ventilados;

Cobrir sempre o nariz e a boca ao espirrar ou tossir

VACINAÇÃO

A vacina contra gripe é segura e evita o agravamento da doença, internações e, até mesmo, mortes por influenza.

Através da rede pública de saúde somente alguns grupos  recebem a vacina, entre eles: idosos, gestantes , crianças de 06 meses  até 1 ano e 11 meses e adultos de 20 a 39 anos.

Maria Stoze de Almeida

Fontes:

Ministério da Saúde

www.cve.saude.sp.gov.br

www.infectologia.org.br

Www.cve.saude.sp.gov.br

Medicina  Ocupacional

www.saudevip.care  –  e-mail: contato@saudevip.care

contato@saude

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *