LEMBRANÇA OLFATIVA, OU MEMÓRIA OLFATIVA

Sentir um odor é se emocionar sempre, o nosso olfato é o mais antigo dos sentidos e graças a ele podemos sentir o mundo a nossa volta, além de ser um auxiliar para o nosso paladar. Para os animais o olfato pode significar muitas vezes vida ou morte, porque quando sentem o odor de seu predador conseguem fugir antes do seu ataque e algumas espécies usam o olfato para encontrar seu alimento. Cada pessoa possui seu odor próprio e o recém-nascido já reconhece o odor da mãe no momento do nascimento, sendo o olfato o primeiro sentido que funciona plenamente quando nascemos. Como vimos o nosso olfato desempenha um papel importante em nossa vida desde o nosso nascimento.

Quem já não sentiu um aroma por acaso e se recordou de algum episódio de sua vida? Esses cheiros, perfumes e aromas que sentimos e nos recordam algo, são as nossas memórias olfativas ou lembranças olfativas, que nosso cérebro armazena com enumeras lembranças que são ativadas ao sentir um aroma,  desencadeando uma reação neurológica em nossa memória.Resultado de imagem para MEMÓRIA OLFATIVA

Nosso cérebro armazena muitas lembranças que podem ser ativadas ao sentir um aroma familiar. Essa memória olfativa acontece porque o olfato está ligado a mecanismos fisiológicos que comandam nossas emoções. Quando sentimos um cheiro ele passa por nossas narinas e essa informação vai diretamente ao sistema límbico (unidade responsável no cérebro dos mamíferos pelas emoções e comportamentos sociais), as amígdalas relacionam esse cheiro à dinâmica que está ocorrendo naquele momento, esse cheiro é guardado em nossa memória acompanhado da emoção que sentimos naquele momento e quando sentimos aquele odor novamente a memória relativa a aquele cheiro é ativada novamente acompanhado da emoção que sentimos no passado.

É um presente maravilhoso que nossa mente nós dá, recordar coisas passadas através de um aroma como o cheiro da torta da vovó, o cheiro do café da tarde da mamãe, o perfume do campo, o odor da chuva, etc.

Resultado de imagem para MEMÓRIA OLFATIVA

Muitas vezes estamos num lugar e de repente sentimos um odor familiar e lembranças surgem em nossa mente de momentos vividos muito distantes como nossa infância.

O aroma das flores, o cheiro do mar, um determinado perfume de alguém querido, o cheiro de um prato preferido, o odor de uma casa, de um tecido ou roupa, nossa memória pode nos revelar tantas surpresas num simples instante através da nossa memória olfativa.

MEMÓRIA OLFATIVA

http://neuropsicopedagogianasaladeaula.blogspot.it/2012/07/memoria-olfativa.html

https://super.abril.com.br/comportamento/olfato-o-sentido-da-vida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *