QUAL É O CHEIRO QUE O NATAL TEM?

Resultado de imagem para arvore pinheirosNesse mês, muitas casas são enfeitadas com Pinheiros ou Cedros, que exalam um delicioso frescor, levemente amadeirado, pelo ambiente. Mesmo que você tenha optado por uma árvore artificial, não abra mão da riqueza olfativa, utilizando um difusor de aromas ou um aromatizador de ambientes, Todos sabemos que aromas são poderosos disparadores de sensações, emoções e memórias. Um cheiro específico pode transportá-lo para um local do passado, fazê-lo reviver uma experiência única, mergulhar em antigas emoções. O que é isso? Mágica? Não, memória olfativa. De forma simplificada, o que ocorre é o seguinte: a parte do cérebro que registra os aromas tem uma comunicação muito íntima com duas outras áreas cerebrais, uma associada às emoções e outra ao aprendizado. Ou seja, quando sentimos um cheiro pela primeira vez, muitas vezes, já o “guardamos” na memória junto com uma emoção, uma experiência ou sensação(depende do que foi mais relevante naquele momento).

Daí para frente, quando sentimos esse aroma, normalmente, reativamos o “combo”. Diante daquela fragrância, veem à mente também as lembranças e sensações que foram “computadas” conjuntamente.  É o caso do Natal.  Quem não se lembra de abrir a porta de casa e sentir aquele cheiro delicioso de Pinheiro ou Cedro, anunciando que a época natalina havia chegado?

 O interessante é que tanto o Cedro quanto o Pinheiro, segundo a aromaterapia, têm efeitos revigorantes; reanimam o humor, combatem o estrese, estimulam o encorajamento e a alegria. E como viver o Natal sem isso? Não parece justo! Então, mesmo que você tenha optado por uma árvore sintética, não deixe de colocar no ambiente um difusor de aromas, como o Pantanal, o Mata Atlântica, o Amazônia ou o Alecrim da Brasil Aromáticos, ou, se preferir, abuse dos aromatizadores de ambientes, como o Alecrim ou Amazônia, também da Brasil Aromáticos. Essas opções certamente trarão mais riqueza sensorial para a sua festa, envolvendo os convidados numa atmosfera muito positiva de Natal.

Tatiana Bonumá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *